sábado, 11 de outubro de 2014

Só mais outra noite em claro

Uma hora completa de mais uma noite sem sono

Uma vida inteira sem paz alguma
Tentativas falhas de amar
Fracasso foi meu viver
Milhares de dias tentei não ser eu
Por diversas noites procurei a cura
Descobri no escuro que não existe fuga
Sobre o brilho de meus defeitos se refletem desejos
Mente sob efeito de neurose nociva
Que mata lentamente, a cada tentativa pela frente
Não tenho como lhe dizer quem sou
Pois nem mesmo sei se aqui estou
Eu vou sozinho na companhia
da insanidade
Ao lado da agonia, procurando liberdade
De mim mesmo, ou de todos
Mais uma noite meu sono se foi.


~~Hebert Miguel

Nenhum comentário:

Postar um comentário