sábado, 11 de outubro de 2014

Sem medo de amar

Mentir é viver um erro,
Colocar um lençol furado em cima do passado
É fingir-se ser quem realmente não é.
Omitir fatos e sentimentos
Sentir vergonha ou medo
Viver uma mentira é nunca nascer
É estar preso e censurado
Engaiolado em seu corpo sem sonhos
Com os olhos fechados, enclausurado.
Agir como a maioria e odiar seus semelhantes
Julgar a jornada que eles seguem
Viver-se preso com um pé dentro do abismo
E por falar em abismo,
Já se está dentro dele quando se ignora sua verdadeira maneira de amar
Mentir é não se aceitar como realmente é...
Não se entender e viver erroneamente
Andar em um tribunal feito pelas maiores religiões
Manipulando sua maneira de pensar e agir, manipulando sua fé.
Fé. O que é fé senão acreditar?
Acreditar que um dia tudo vai mudar.
Mas velhas mentes permanecem velhas e tentam te enganar
Corpos e mentes fechadas.
No mundo falta-se amor
E para aqueles que só querem ser amados como são,
Não há sonhos, não há vida, só a mais completa solidão.
Com a vida cheia de tribunais e olhos tortos
Cheio de buracos e desencontros
Mãos cheias de pedra pregam o amor e a igualdade
Dizem viver e andar na verdade
Mas sua verdade idolatrada é falha.
Excluem e condenam uns aos outros
A mentira está nas palavras e nas atitudes
Deixe a mentira de lado e busque a verdadeira felicidade.
Liberte-se e viva como verdadeiramente é
Sem medo de agir ou de errar
Viver um sonho, sem medo de amar
~Tiago da Silva Santos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário