sábado, 11 de outubro de 2014

Lutando por direitos

Tiros disparados por policiais
Não tem como alvo marginais
Somente o povo lutando por justiça
Sua própria casa não é segura
Abuso no poder
Abuso de poder
Abuso de violência
Para eles não existe inocência
País em decadência
A Força armada deixou de ser amada ou admirada
Pois usa da força contra a força da voz do povo
Cadê a igualdade?
Cadê a humanidade?
Só há depravação
E corpos espalhados pelo chão.
Bebês sendo lançados
A voz ecoando pelas ruas
“Sem violência” elas clamam, e é violência que recebem.
Redes sociais impulsionam a revolução do povo
Tentando evitar uma ditadura de novo
Lutamos com palavras
Usamos a constituição
Que é ignorada e pisoteada, cuspida e mastigada.
Não vamos nos calar


Vamos para as ruas, Vamos lutar!

Escrito no dia 16/06/2013 - Tiago da Silva Santos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário